Nosso mundo de hoje

em

Menos tem que ser mais. Um monte de canapezinhos com gelatina em cima sendo servido por um monte de garçons ou um pratinho único que o convidado vai buscar ele mesmo ali no fogão? Conversar com o garçon ou conversar com o cozinheiro? Qual será o papo mais interessante? Flute de champagne sendo trocada por outra mais geladinha ou uma ida ao bar discutir com o barman o que tem por ali? A gente toma o champagne porque tá ali geladinho, é caro e não nos faz pensar muito no que vamos beber ou porque naquele exato momento só o champagne que combina com aquilo que estamos comendo? Ou conversando? Estamos pensando no que estamos comendo ou estamos simplesmente ingerindo?

Quantas dúvidas, oh céu…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s